Erick Chagas

Sugestão: Sistema de Magia [2]

Segue para a leitura e discussão o texto abaixo.

Ele pode ser aceito ou não, reformulado ou não, tudo depende da discussão. Favor não tomar essas regras como definidas e seguir apenas o que está no manual.

“O sistema de magia atual não é ruim. O principal problema dele é o custo proibitivo para iniciantes. A última modificação foi interessante, mas ainda mantém o custo alto no início. Deve-se, então, inverter a lógica, barateando no começo e encarecendo com a progressão. Meu sistema se baseia em remover a necessidade do foco (mas dar uma utilidade aos que optarem por mantê-lo) e reformular alguns custos.
Outros detalhes que achei interessantes foi definir a “recarga” de mana e exigir as frases mágicas.

Harmonia = Custo 3 do 1º ao 2º nível. Custo 4 do 3º ao 4º nível. Custo 5 para o 5º nível.

Foco = Custo 5. Precisa ser um livro, varinha, cetro ou cajado. Reduz em 1 o custo das magias (não podendo ser menor que 1). Caso não seja usado o foco, usa-se o custo normal das magias.
Com a compra da perícia “Arma exótica”, pode-se usar o foco (cetro ou cajado) para combate na seguinte progressão: Curta = até 60cm, Média = até 100m, longa = até 140m, grosseria = acima de 1,40m.

Poderes = Custo atual. Expandir lista com mais magias.

Ritual para realização de magias = Uma frase mágica deverá ser dita. A frase deverá ser escolhida (ou modificada) no momento da criação ou atualização da ficha e anotada num grimório ou lembrada. Deverá ser em português e ter mais do que 4 palavras (não contando artigos e ligações), podendo ser algo simples como “Queime como o fogo ardente!” para uma rajada de fogo ou “Enfureça a lâmina de meus ancestrais.” para Ataque 1. Para fazer a magia sem a frase mágica, utiliza-se o dobro de Mana com o foco (não valendo mais o redutor de 1 no custo) ou o triplo sem o foco.

Mana = Custo atual até nível 3. Aumentar custo na seqüência.

Recarga de Mana = Com o foco em mãos, deve-se meditar no terreno favorecido de qualquer harmonia possuída por 10 minutos para cada ponto de mana. Ou em qualquer ambiente por 30 minutos para cada ponto de mana.
Sem o foco em mãos, o mago só consegue recuperar sua mana dormindo. 1 ponto a cada duas horas de sono.
Conta também como “Terreno favorecido” um ambiente relacionado à harmonia:

Combate: Um lugar onde a adrenalina e o suor são comuns. Pátios de treino, acampamentos de exércitos, zonas de batalhas.
Divina: Lugares de fé. Catedrais, monastérios, santuários em geral.
Mente: Locais cheios de pessoas e/ou conhecimento. A praça central de uma cidade, uma biblioteca, a sala do trono de um nobre.
Necromancia: Um lugar onde a morte paira no ar. Zonas de batalha, de praga, e outros lugares em que existem cadáveres demais no chão, assim como cemitérios.
Natureza: Qualquer lugar natural, onde não há interferência das construções em geral (exceto élficas).

Um terreno favorecido também pode ser simulado, a critério do narrador. Por exemplo: Um mago da escola divina poderia recuperar a sua mana no meio de dezenas de pessoas rezando.

O nível de Harmonia determina o grau de concentração necessário para recuperar mana naquele ambiente:
Harmonia 1 necessita de concentração total, de olhos fechados e imobilidade. Interrupções reiniciam a contagem.
Harmonia 2 necessita de concentração total, de olhos fechados e imobilidade. Interrupções apenas pausam a contagem.
Harmonia 3 necessita de concentração total, mas os olhos podem ficar abertos ou o mago pode se mover. Mas jamais combater ou realizar tarefas complexas.
Harmonia 4 precisa de concentração parcial. Os olhos podem ficar abertos e o mago também pode se mover. Mas jamais combater ou realizar tarefas complexas.
Harmonia 5 precisa de concentração mínima. Apenas se sofrer um golpe é que a concentração é quebrada.
Sugestões de magias:

Mente:
– Apagar memória
– Ler mente

Necromancia:
– Criar Zumbi

Natureza:
– Falar com animais
– Controlar animais”

One Response

Page 1 of 1
  1. Nelson Junior
    Nelson Junior 12 de outubro de 2014 at 22:26 |

    Gostei da ideia, sendo que realmente a lista de magias poderia ser expandida com algumas sugestões clássicas do rpg Old school, num estilo D&D antigo. A questão do ritual para ativar a magia já conta como requisito verbal, poderia só colocar mais em prática em jogos e treinos pro povo se acostumar. Sobre os custos altos das perícias, concordo que desestimula a pessoa a se aventurar no ramo mágico. Reformular os custos ajudaria bastante.
    Por enquanto é só. Vou passar pro meu líder, o Dulac, minhas sugestões.
    Abraços.

    Reply

Leave a Reply