Graal RJ

>Balada dos Piratas ♪

>Eles eram os piratas

e chegaram em sua Nau

Alguns com olhos de vidro,

muito ambiciosos, eu digo

e todos com cara-de-pau!

Corsários, guerreiros

valentes matreiros

Ladrões sem igual

“Eles vão se dar mal…”

O Capitão era seu líder

mas nome, ele não tinha

então, que seja Capitão

foi-se embora, a rima

Faltou-me imaginação!

Foram ter com os MacLlyr

“Queremos o tesouro da sereia!”

Nem responderam, desconfiados

“São corsários, e armados!”

E os piratas foram logo cercados

Um tremendo ardil

Entraram pelo cano

“Antes o cano, que o barril”

Corsários, guerreiros

nem tão valentes, mas matreiros

Ladrões sem igual

“Já já, vão se dar mal…”

Não foram executados

“Ai mamãe, muito obrigado”

Líder com Capitão

Houve ligeira negociação

Mágica, era a poção,

Como ela tudo-fazia-ver, deixou o escocês curioso

O Imediato que a criou! Ele pulava como um louco,

mas não era perneta

porém exímio espadachim, e também furioso!

Mas sua verdadeira natureza, era de um bruxo porreta!

Em meio à negociação,

Saiu confusão

Ho horo horo

E sobrou, sim, algum

Foram só forasteiros, tentando fazer graça

Numa emboscada mal-feita, composta por maricas

Nosso melhor guerreiro, de bandana na cabeça

Feriu o francês, que chorou em picas!

E a negociação continua

Agora com a ajuda do caolha da perna-de-pau

E os outros são chamados para jogos de duelos,

e os escoceses pensaram que era a hora dos corsários se darem mal

Mas houve uma falha em seus planos

Sujo, os piratas jogavam

Derrotaram seus líderes de guerra,

fanfarrões, à todos irritaram!

Corsários, guerreiros

agora sim, valentes, e MUITO matreiros

Ladrões sem igual

“Será mesmo que vão se dar mal…?”

Mas o segundo em comando

Com aquela espada enorme

Enamorou uma entre os MacLlyr

E quis toma-la, incólume

Levando-a à força, teria conseguido

Não fosse a Rainha, que ele tivesse escolhido!

A fúria do Rei, mal pode conter

Teve pirata fatiado, você pode crer!

O capitão e o perneta,

mesmo mal armados

teriam matado muitos

se não estivessem cercados

e os escoceses,

já macomunados,

atacaram os outros,

pobres coitados!

Os corsários lutaram!

Um baixinho correu,

por sorte, ou sei lá, ele não morreu,

Sorte quem tinha, era a pirata fêmea

Que se salvou diversas vezes, “voltando a fita”

Hahaha, admito que irrita

O fortão da bandana,

Truculento ele era

Sua espada voou, sangue rolou

Até o líder tomou

E ele não tombou!

Fugiu, trotou

“Adios”

E o bruxo porreta

Furioso ficou!

Dano triplo! Kcta!!!

Sua espada rodou.

E em muitos pegou.

Foi levado na fuga, já inconsciente

“Caramba, como era resistente!”

E lá se vão os piratas,

como vieram, sem nada

“Eram muitos, meu irmão!”

“Tá vendo? Isso é que dá arrumar confusão!!!”

O mais interessante, esqueci de contar

Por mais que os piratas tentassem matar

Por mais que suas espadas não encontrassem só o ar

Nenhum escocês caiu

Estranho? Ah, ninguém viu!

Corsários, guerreiros

valentes, matreiros

ao menos os vivos

Ladrões sem igual

“Já se deram mal…”

Agradeço ao Marcelo “Jun”

André “O Espantalho”

6 Responses

Page 1 of 1
  1. Postador X
    Postador X 16 de abril de 2010 at 0:56 |

    >Esse da foto não seria o Capitão Montila, seria?

    Reply
  2. Lara, Rainha Catarina de Água Santa
    Lara, Rainha Catarina de Água Santa 16 de abril de 2010 at 1:01 |

    >Mentira que foi o Marcelo que escreveu?!?!! HAUEHUAEHUAE AMEIIIIIII!!! Não sabia que ele tinha esse potencial…

    Reply
  3. André "Richard"
    André "Richard" 16 de abril de 2010 at 8:18 |

    >Ora…é um pirata! Alguma dúvida de que seja um pirata?

    Reply
  4. Raoni
    Raoni 20 de abril de 2010 at 10:41 |

    >Que parada é essa? Escudeiro querendo me dar pernada?!?!? Isso aí eu que escrevi décadas atrás, quando os escálardes interpretaram piratas montilenses…. hunf…..

    Reply
  5. Lugriffin Prosquercus
    Lugriffin Prosquercus 26 de abril de 2010 at 16:17 |

    >Palavras e cantos de piratas
    Sempre mentiras descaradas

    Ardil sempre como primeira e ultima opção
    Visando sempre mais moedas na mão

    O único encontro que tem com os MacLlyr
    São nas águas e em tal momento um pirata não ri

    O tesouro MacLlyr está além mar
    Aonde novas terras nos aguardam chegar

    A grande jóia que carregamos conosco
    É a lembrança da amada terra que nos espera

    Novos cantos e histórias de aventuras nós levamos
    Para além dos ventos que vagamos.

    Reply
  6. Yoh Asakura
    Yoh Asakura 1 de julho de 2010 at 15:15 |

    >prefiro essa:

    Somos todos piratas
    malvados e temerários
    terríveis e sanguinárioooos
    Somos os donos do mar, HEY!!!

    Reply

Leave a Reply